contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

sexta-feira, maio 06, 2016

NÃO VÁ COM ELES

Mas Deus disse a Balaão: "Não vá com eles. Você não poderá amaldiçoar este povo, porque é povo abençoado" (Números 22:12)


A história de Balaão retrata muito bem um coração dividido entre as riquezas deste mundo e a obedecer e servir a Deus. 
Vamos entender o contexto: "Balaque viu tudo o que Israel tinha feito aos amorreus, Moabe teve muito medo dos israelitas, então eles disseram aos líderes de Midiã: "Essa multidão devorará tudo o que há ao nosso redor, como o boi devora o capim do pasto".
Balaque rei dos moabitas enviou mensageiros para chamar Balaão em sua terra natal. A mensagem de Balaque dizia: "Um povo que saiu do Egito cobre a face da terra e se estabeleceu perto de mim. Venha agora lançar uma maldição contra ele, pois é forte demais para mim. Talvez então eu tenha condições de derrotá-lo e de expulsá-lo da terra. Pois sei que quem você abençoa é abençoado, e quem você amaldiçoa é amaldiçoado".
Os líderes de Moabe e os de Midiã partiram, levando consigo o preço para os encantamentos mágicos. Quando chegaram, comunicaram a Balaão o que Balaque tinha dito. Disse-lhes Balaão: "Passem a noite aqui, e eu lhes trarei a resposta que o Senhor me der". E os líderes moabitas ficaram com ele.
Deus veio a Balaão e lhe perguntou: "Quem são esses homens que estão com você? "
Balaão respondeu a Deus: "Balaque, filho de Zipor, rei de Moabe, enviou-me esta mensagem:
‘Um povo que saiu do Egito cobre a face da terra. Venha agora lançar uma maldição contra ele. Talvez então eu tenha condições de derrotá-lo e de expulsá-lo’
Mas Deus disse a Balaão: "Não vá com eles. Você não poderá amaldiçoar este povo, porque é povo abençoado".
Quando Balaão comunica aos líderes dos moabitas que não irá com eles, deixando bem claro: "Mesmo que Balaque me desse o seu palácio cheio de prata e de ouro, eu não poderia fazer coisa alguma, grande ou pequena, que vá além da ordem do Senhor meu Deus.
"QUE HOMEM DE DEUS!", pensaríamos...
Porquanto, a oferta ainda era pequena aos olhos de Balaão...
Uma segunda tentativa de Balaque foi o bastante para colocar dúvida no coração do profeta. 
A vontade permissiva de Deus muitas das vezes nos coloca em uma posição contraditória. O que temos escolhidos, seguir adiante ou dizer não ao que poderia contradizer a ordem direta de Deus? NÃO VÁ COM ELES!
Balaão segue adiante - Deus se ira - Anjo surge com a espada desembainhada - A jumenta se desvia para proteger o profeta... quando ela se joga no chão, ele bate bate nela refletindo sua inconstância, sua deslealdade para com Deus. Em fim, Deus reitera: "Então o anjo do Senhor disse a Balaão: "Vá com os homens, mas fale apenas o que eu lhe disser". Assim Balaão foi com os príncipes de Balaque.

Ronaldo A. Bezerra 



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário