contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

sábado, fevereiro 07, 2015

Eu e a Minha Oferta

"O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta,mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou" (Gênesis 4:3-5)
Eu e minha oferta, vem falar exatamente da motivação do nosso coração. A questão aqui não foi porque Caim trouxe sua oferta do fruto da terra, mas a motivação do seu coração, a inclinação mórbida dos seus pensamentos mal intencionados, foi a razão pelo qual Deus não se agradou de 'Caim e da sua Oferta' Não devemos esquecermo-nos que cultuamos um 'Deus Vivo e Único', que nos conhece mesmo antes de estarmos no ventre de nossas mães, que mesmo antes da palavra chegar a nossa boca, Ele já sabe o que vamos falar.

O que chama minha atenção neste texto bíblico, é que Deus, mesmo sendo quem Ele é de fato, Poderoso, extremamente Fiel, Deus zeloso, abre um diálogo com a sua criação, o homem. Deus compreendendo que Caim estava mal intencionado, lhe diz claramente: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não é certo que serás aceito?
Acontece que muita das vezes nos encontramos semelhantes ao estado da alma de Caim, abalados, irados. Claro, em situações diferenciadas da d'ele. Somos advertidos por Deus de várias maneiras, através da Sua Palavra, em sonhos, mas, decidimos seguir o curso do que desejamos fazer.

Deus aceitou Abel e a sua oferta. Quando priorizamos o Reino de Deus e a sua justiça, jamais desagradaremos o SENHOR da oferta, exatamente isso, Ele é quem nos ofertou primeiro, Seu Filho Unigênito. Abel tirou o melhor da suas primícias, Deus se agradou dele, mas não se agradou de Caim e da sua oferta. Não propriamente pelo tipo da oferta, pois existem vários tipos de ofertas que é levada ao Altar de Deus, e Ele prontamente à recebe. A motivação do nosso coração, vai indicar se ceremos aceitos ou não por Deus.

Mas se não fizeres bem, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo. Sabemos que somos  assediados todos os dias o tempo todo. Precisamos nos sujeitarmos a Deus, somente assim resistiremos o Diabo e ele por sua vez fugirá de nós. Tiago deixa bem claro que a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado; e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte. Por este motivo, é melhor obedecer do que sacrificar.

Caim sacrificou a vida do seu irmão, por causa da inveja, da cobiça, principalmente pela motivação errada do seu coração. Não deu ouvidos a admoestação de Deus, não seguiu a orientação de praticar o bem, para ser aceito por Ele. Terminou mal. 
Então qual tem sido a motivação do seu coração?

Ronaldo A. Bezerra
Reações: