contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

segunda-feira, outubro 28, 2013

MOTIVAÇÕES

Será que Deus ainda está falando hoje em dia?
É possível se ouvir a voz de Deus? Alguns creem que Deus pode nos guiar e nos direcionar. Outros dizem que Deus somente fala conosco através da Bíblia. E você, crê? Deus já falou com você? 

Todos nós possuímos, em nosso ser, um núcleo de possibilidades essenciais.Esse núcleo, que constitui as bases de nosso ser, algumas vezes é chamado de "Coração", outras de "Espírito". 
A VOZ DE DEUS...

Jesus disse: "Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus" (MT 4:4). "A palavra - 'Procede' - expressa uma função no presente e contínua. Isto significa que algum evento que aconteceu no passado, ainda está acontecendo no presente e acontecerá no futuro".
Este versículo poderia ser traduzido assim: "O homem... Vive... através de toda palavra que foi falada e continua a ser falada pela boca de Deus".
REVELAÇÃO - Inspiração; Conhecimento Súbito. O jovem Samuel confundiu a vós do SENHOR por três vezes, mas, as Escrituras Sagradas deixa bem claro que, "Samuel ainda não conhecia o SENHOR. Ainda não lhe tinha sido manifestada a Palavra de Deus. "E você, tem ouvido a voz d'Ele? 

VONTADE DE DEUS

O que Deus espera que eu faça?
O que devo deixar para Deus fazer?
Onde termina a minha responsabilidade e começa a Deus?
"Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança" (Rm 15:4)
"O servo, que conhecia a vontade de seu senhor e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites" (Lucas 12:47)
Jesus sintetiza esse episódio, contrastando as duas situações entre si. Ele deixa bem claro, que este servo que não conhecia a vontade do seu senhor, receberá poucos açoites, já o servo que conhecia a vontade do seu senhor, receberá muitos açoites. Em ambos os casos somos castigados.
A vontade de Deus estabelece limites da nossa responsabilidade, se não conhecermos a Sua vontade, seremos julgados menos severamente. Para fazermos a vontade de Deus, precisamos conhecer a Sua vontade. Para conhecermos Sua vontade, precisamos ouvir a sua Voz. Procuremos pois, conhecer a Deus para se fazer conhecido d'Ele.

RONALDO A. BEZERRA

Reações: