contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

quarta-feira, agosto 07, 2013

PENSE NESSAS COISAS

Tenho aprendido que a inquietação, nos tira do foco, nos lança para baixo, deixado-nos apreensivos, ao mesmo tempo inseguros, mediante a tudo o que acontece a nossa volta, em nosso meio relacional. Costumamos falar de "Esperança", até mesmo direcionamos nosso olhar para o lugar correto, mas, em dado momento descontinuamos, interrompemos, deixamos de produzir, não desenvolvemos como deveríamos, de passo a passo, de etapa por etapa, de tempo para tempo. Desesperançamos, o desânimo se instala no cerne de nossa alma, o que fazer então? "Busquem o SENHOR enquanto se pode achá-lo; clamem por Ele enquanto está perto". Haverá um tempo em nossas vidas que, "Somente Deus". Poderemos procurar em todos os lugares, recorrer a todas as pessoas, por mais chegadas que sejam, iremos ouvir uma voz, sussurrando aos nossos ouvidos "Somente Deus!". Perdemos a lembrança, de que já obtivemos paz  com Deus, mediante a fé no Seu Filho Jesus Cristo, obtivemos também acesso a graça, o qual esta mesma graça nos mantem firmes. Porquanto, neste estado de espirito, nos gloriamos na esperança. Na esperança de Deus nos gloriamos nas tribulações, que por sua vez produz perseverança, é exatamente essa perseverança que vai nos conceder um caráter aprovado, e a evidenciação de uma esperança que não decepciona, por que Deus em sua infinitude derramou em nossos corações o seu amor, por meio do Espírito Santo que Ele mesmo nos concedeu. "Parem de lutar! Saibam que eu sou Deus! Serei exaltado entre as nações, serei exaltado na terra". O que Deus está nos falando  é bem claro: Parem de lutar contra mim, lutem comigo, pare de teimosia, seja flexivo. Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.
Ronaldo A. Bezerra
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário