contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

terça-feira, agosto 20, 2013

A PLENITUDE DE DEUS

Nosso estilo de vida precisa ser norteado pelos os princípios divinos de Deus. Logramos exito quando vivemos de maneira digna da vocação que recebemos, esforçando-nos para alcançarmos o alvo principal: "A PLENITUDE DE DEUS". Precisamos entender que não basta somente ser, mas, também fazer. Claro que o realizar e o efetuar vem do SENHOR, cabe a nós tomarmos posição de sacerdotes reais, povo de propriedade exclusiva de Deus. Quando somos humildes, dóceis, pacientes, suportando uns aos outros, isso denota que estamos nos esforçando para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. Portanto, como iremos romper o indiferentismo relacional que já se encontra radicado no seio da sociedade como um todo? Somente em Cristo Jesus teremos sucesso, nossa capacidade de seguir adiante é insuficiente para nossa sobrevivência, mas a graça capacitadora, nos impulsiona para o alvo:  "A PLENITUDE DE DEUS". O propósito de Deus é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para o outro pelas ondas das adversidades, evitando assim, o impulsionamento dos ventos de doutrinas que nos assedia diariamente. Como então sobrepor tudo isso? Alcançando a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, nos permitindo chegar ao amadurecimento, atingindo a medida da plenitude de Cristo Jesus. Você já pensou sobre este princípio maravilhoso? "D'ele todo corpo ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, crescendo e edificando-se a si mesmo em amor, na medida em que cada parte realiza a sua função. A pergunta que não quer calar: "Qual tem sido sua função no corpo?" Livremo-nos de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejamos bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-nos mutuamente, assim como Deus nos perdoou em Cristo Jesus. O que fazer quando não encontramos forças para perdoar? Perdoe por fé! Este é o estilo de vida que Deus tem preparado para cada um de nós. Entenda isto!

Ronaldo A. Bezerra
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário