contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

sábado, junho 15, 2013

QUEM PROCURA ACHA

“Porque o que me achar, achará a vida, e alcançará o favor do SENHOR” (Provérbios 8:35).


O que temos nós alcançado para as nossas vidas em detrimento do legado que estamos construindo? Temos prosseguido com inteira confiança do valer a pena, ou temos atendido os convites sambaláticos, que nos induzem a descontinuidade da missão que nos foi confiada? Basta saber, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração.  Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, procurai-o enquanto Ele está perto.Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu, esta é uma certeza que devemos ter em mente, nada acontece ao acaso, nem mesmo uma folha seca que cai de uma árvore, não cai sem a permissão de Deus. Mas, o que acontece, é que temos tempo para realizar tantos quantos projetos quisermos realizar, se esquecemos que o maior projeto já foi realizado por Deus, em favor



da minha e da sua vida, "Salvação". Temos que levar em conta, que essa salvação somente é Possível mediante a fé, é por graça "Favor Imerecido", nossa atitude, passa pelo crivo de uma só palavra o 'SIM', esse sim fará a diferença por toda a eternidade. Encontramos justificativas para tudo, mas de uma coisa podemos ter certeza, só existe uma pessoa que pode nos justificar diante de Deus "Jesus Cristo", só há um Único mediador entre Deus e o homem, Jesus Cristo o filho do Homem. Talvez você esteja se perguntando, mas eu já sou justificado perante Deus, não estou dizendo que você não é Justificado, mas, justificação segue-se de santificação, pela qual, vem as tribulações para produzir paciência, criando um ambiente de experiência, levando-nos para um estado de esperança e essa esperança não nos decepciona porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu. Cabe a cada  um de nós, procurar o SENHOR, pois quem procura acha, e quem acha-lo alcançará o favor de Deus.,

Ronaldo A. Bezerra

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário