contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

segunda-feira, abril 08, 2013

ROMPENDO A ANSIEDADE

"A ansiedade no coração deixa o homem abatido, mas uma boa palavra o alegra" (Provérbios 12:25).

A impaciência, muita das vezes tem nos tirado da centralidade da vontade de Deus, conduzindo-nos  para uma variação de desânimo, onde a irritação acumula um frenesi inquietante, deixando-nos perplexos e atribulados. Quando decidirmos trazer a evidenciação da graça sobre graça "Lançando sobre Jesus Cristo toda a nossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de nós", nos cercado com alegres cantos de livramento, e sobre a sua vista tem nos dado conselhos, então a divida resposta virá do alto, o alívio, o descanso, a certeza de que nada nos impedirá de receber aquilo que nos é divido, a promessa.
Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem. Mas, o que eu entendo, é que Jesus Cristo está nos advertindo para buscarmos entendimento e discernimento do que realmente Ele quer nos ensinar , pois o que realmente contamina o homem, é o que sai pela boca e não o que entra. A ansiedade vem de fora para dentro, a impaciência é gerada por falta de profundidade interior, decorrente da falta de tempo com Deus.
Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que cumprirei a boa palavra que falei à casa de Israel e à casa de Judá. Há uma promessa da parte de Deus para o seu povo, aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas. Você tem todos os motivos para se alegrar hoje e sempre, você tem um Deus, SENHOR e Pai, Consolador e Salvador, que irá adiante de vós endireitando as veredas tortuosas, dissipando trevas, trazendo luz, destronando a ansiedade e aquietando a força do vento e o mar bravio. Somente creia!
Ronaldo A. Bezerra
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário