contatos@ronaldobezerra.com
85 9770.1807 - 8701.3387

Ronaldo A. Bezerra

quarta-feira, janeiro 30, 2013

A CERTEZA


"E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo"
 (João 4:14).





No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ela estava com Deus no princípio. (João 1:1,2). O maravilhoso disso tudo, é que João está sendo descritivo mediante a Pessoa de Jesus Cristo. Ele é enfático quando diz que: "Aquele que é a Palavra", João continua apresentando com mais clareza o Filho de Deus; primeiro ele diz: "Ele (Jesus-Filho) estava com Deus", em seguida reafirma: "Ela (Jesus-Palavra) estava com Deus". Não é de se admirar, quando ouvimos da parte de Deus para os nossos corações, "Não Temais" Eu estou contigo, Eu te sustento com a minha destra fiel, "Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Porquanto, não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo. Mas, as lutas do presente tempo, tem como objetivo nos aperfeiçoar, testando nossa força, aprimorando nosso caráter, moldando o homem interior com o propósito de exteriorizar a Pessoa de Cristo Jesus em nossa vida, para nossa vida e através da nossa vida. Pois sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. É importante entendermos algo, que nem tudo o que gostaríamos que fosse será, nem mesmo será o bem como aos nossos olhos o são. Haverá momentos em que nos encontraremos em uma determinada situação, em um determinado contexto, onde tudo parece ser contrário aquilo que desejamos, sonhamos ou planejamos, mas, que na verdade, Deus está trabalhando ao nosso favor. Então vale apena esperar no SENHOR, podemos suportar as afrontas, calunias, perseguições, pois na verdade não estão perseguindo a nós e sim ao próprio Deus. Quando estamos em Cristo Jesus, estamos livres da condenação eterna, mesmo assim, temos que nos ater, jamais faremos coisa alguma sem sermos percebidos pela visão do Criador na Pessoa do Seu Filho: "Porque Nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele. Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração". "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém". (Romanos 11:36).

Ronaldo A. Bezerra
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário